quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Microcefalia e vacinas em Pernambuco. O governo do PT irá negar a ligação com os seus "especialistas".

ATÉ QUANDO FICAREMOS NAS MÃOS DA INDÚSTRIA 

DE MEDICAMENTOS E DA "GRANDE MÍDIA"??!!


Alterações Neuropsíquicas

Entre as doenças atribuídas às vacinas (moléstias iatrogênicas) estão as alterações 
neuropsíquicas, que são as maiores consequências; no caso das crianças, retardam seu desenvolvimento (elas não falam, não caminham normalmente), ou apresentam deficiência de atenção, hiperatividade, autismo (cuja incidência vem aumentando assustadoramente desde que teve início a vacina tríplice 
(coqueluche, tétano e difteria), problema atribuído ao timerosal (mercúrio) utilizado como adjuvante). 

Aqui é bom lembrar que em 1943 começam casos de autismo; desde aquela época cientistas ligam isso ao mercúrio das vacinas – há 70 anos portanto. Também pode haver: morte súbita de berço, choro incontrolável (há bebês que morrem de tanto chorar continuamente, sem conseguirem parar); esquizofrenia, paralisia cerebral, alterações do sistema imunológico, epilepsia, dislexia, alterações imunológicas, aumento da violência juvenil, crimes e suicídios."


Quase 100% do pessoal de enfermagem encarregados de aplicar essas vacinas diversas no hemisfério norte, se recusaram a recebê-las em si próprios!

"Amigos, tirem suas próprias conclusões, recebi e repasso... 

A imprensa e as "autoridades" da saúde neste momento tentam defender a vacinação contra a gripe suína qualificando como rumores e teorias da conspiração as informações que estão assolando a internet neste momento em que o Brasil começa uma vacinação em massa, que deve cobrir mais da metade da população do país. 

Para dar mais conteúdo e veracidade a esta montanha de 
desinformação, leia abaixo opiniões de profissionais 
altamente qualificados sobre o vírus e a vacina. Clique nos 
links para ver mais detalhes e todas as fontes."


Philip Alcabes, PhD 

Qualificações: PhD em epidemiologia de doenças
infecciosas pela Universidade Johns Hopkins Mestrados em bioquímica e saúde pública. 


Professor na Universidade de Yale e na Universidade da 

Cidade de Nova York.


"Houve um tremendo exagero com a ameaça 

representada pelo vírus H1N1 que acabou como uma 

espécie de galinha dos ovos de ouro para os 

fabricantes de vacinas e as empresas farmacêuticas".


Tom Jefferson, médico e epidemiologista
Qualificações: Formado pela Universidade de Pisa na
Itália. 

Professor de Medicina Preventiva no Royal Defense Medical 
College em Gosport, Inglaterra. Foi diretor da Unidade de Saúde do Exército em Aldershot, Inglaterra. É atualmente coordenador do instituto Cochrane Vaccines Field. É também mestre em Saúde Pública.

Wolfgang Wodarg, chefe de saúde do Conselho da Europa
Qualificações: Chefe de saúde do Conselho da Europa. Médico formado pela Universidade de Hamburgo. Pós-graduado em medicina interna e pneumologia, em saúde pública, medicina social, medicina de higiene e ambiental na Alemanha. Formado em epidemiologia pela Universidade Johns Hopkins University em Baltimore, EUA. Professor na Universidade de Flensburg . Presidente do Rheuma-Liga de Schleswig-Holstein.

"O que tivemos foi uma gripe leve - e uma falsa pandemia."
"Para continuar a avançar os seus interesses, os principais fabricantes de medicamentos colocaram 'seu pessoal' nas "engrenagens" da OMS e outras organizações influentes. Essa influência poderia ter conduzido a OMS a suavizar a sua definição de pandemia - levando à declaração de um surto mundial em junho passado."
"A fim de promover os seus medicamentos patenteados e de vacinas contra a gripe, as empresas farmacêuticas influenciaram os cientistas e os órgãos oficiais, responsáveis pelas normas de saúde pública, para alardear os governos pelo mundo inteiro."



Kent Holtorf, médico e doutor
Qualificações: Médico, doutorado em medicina pela Universidade de St. Louis e especialista em doencas infecciosas.
"Eu me preocupo mais com a vacina do que com a gripe suína"
"Timerosal tem mostrado ser causa de autismo em crianças com disfunção mitocondrial"



Pesquise e se informe. Não se deixe ser manipulado pelos telejornais da Globo e pelo governo, que quer se livrar da vacina que custou mais de 2 bilhões de reais.
 Existe muita informação factível disponível, vinda de profissionais responsáveis e preocupados com os efeitos da vacina. 
Ajude a divulgar estas informações, a saúde de milhões de brasileiros está em jogo. 
Copie o conteúdo deste post e envie para quantas pessoas puder.
Imunidade jurídica para os fabricantes de vacinas contra a gripe suína! 

Enquanto a BIG PHARMA adquire imunidade jurídica contra efeitos “colaterais” da vacina contra o H1N1, índios são vacinados no Brasil.

Em 2009, a Ministra da Saúde dos EUA, Kathleen Sebelius assinou um decreto que garante a total imunidade jurídica para os fabricantes de vacinas contra a gripe suína em todos os processos criminais que possam
se originar de qualquer ligação da nova vacina contra esta gripe (artigo completo original e traduzido).
Agora, a vacinação contra a gripe H1N1, vacina essa que tem causado diversos problemas ao redor do mundo (da mesma forma que trouxe um espantoso aumento da Síndrome de Guillain-Barré, na ocasião da outra
suposta pandemia de H1N1 em 1976, nos EUA), começou a ser aplicada no Brasil, tendo os índios e profissionais da saúde como as primeiras cobaias.


Segue o vídeo sobre a vacinação de indígenas:

http://www.youtube.com/watch?v=_TsEXS_c8eU&feature=player_embedded

Apesar da ingenuidade da declaração do índio na matéria acima, me pergunto porque iniciar a vacinação com indígenas, se teoricamente os índios estão muito menos expostos à gripe suína? Há mais aí do que estão
a nos contar… principalmente quando levamos em conta a declaração de Bill Gates sobre vacinas para depopulação.

O Jornal Hoje, da Rede Globo, exibido em 16/03/10, apresentou uma matéria sobre os “falsos” riscos da vacina contra H1n1, usando inclusive depoimentos de médicos e especialistas afirmando que o mercúrio e o
esqualeno contidos na vacina não causam problemas em seres humanos, dadas suas baixas concentrações. Entretanto, vejam o que o congressista americano Jack Metcalf alega em seu relatório – fruto de uma pesquisa
de três anos de cientistas da Tulane University- apresentado ao congresso americano:
“Esqualeno tem sido usado em vacinas militares por décadas, mesmo  quando o FDA ainda não estudou, muito menos aprovou, o uso dessa substância na população americana”.


O relatório aponta que o esqualeno teve papel importantíssimo na doença causada em soldados americanos durante a Guerra no Golfo Pérsico, conhecida como Síndrome da Guerra do Golfo.


Jack Metcalf ainda afirmou que “o Congresso deveria tomar ações imediatas para revisar as descobertas do GAO (US Government Accountability Office) e do Conselho Epidemiológico dos Serviços Armados) e conduzir um estudo independente para a implementação imediata de suas recomendações”. 

A recomendação é a de parar imediatamente com o uso de esqualeno em vacinas.


http://ruizmeire.blogspot.com/2009/11/they-dont-care-about-us_30.html


Tentem responder a este pequeno 
questionário:

1- Por que a secretaria da saúde, Kathleen Sebelius, assinou um decreto dando total imunidade jurídica aos fabricantes de vacinas contra a gripe H1N1, em caso de perseguição jurídica (por parte das vitimas dessas vacinas, seja por efeitos secundários indesejáveis, seja por falecimentos)? 

Isto não parece mais uma licença para matar?

Fonte: http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=14487

2- Por que, Madame Bachelot (ministra da saúde em França) pediu no inicio de Fevereiro de 2009, a um grupo de advogados constitucionais, um memorando sobre a seguinte questão: a instituição de um plano de vacinação para toda a população seria ilegal e inconstitucional? 

Ao que os especialistas reponderam, garantindo que uma situação excepcional e um estado de emergência sanitária justificava amplamente a remoção de todas as liberdades pessoais!

Fonte: http://www.ccne-ethique.fr/docs/Avis%20106_anglais.pdf

3- Por que que a OMS modificou, no dia 27 de Abril de 2009, a sua definição de pandemia? Antes, para declarar uma pandemia, os requisitos eram muito mais exigentes! Agora, basta que a doença seja identificada em dois países de uma mesma zona OMS!

Fonte: http://www.who.int/csr/disease/influenza/pipguidance09FR.pdf
(ver pag. 13 do pdf e as explicações nas paginas seguintes)

4- Como é possível que a patente da vacina contra a gripe suína (H1N1) tenha sido apresentada em 2008 (muito antes da aparição do vírus desaparecido desde da famosa epidemia da gripe espanhola, em 1918)?

Fonte:
http://appft.uspto.gov/netacgi/nph-Parser?Sect1=PTO2&Sect2=HITOFF&p=1&u=/netahtml/PTO/search-bool.html&r=3&f=G&l=50&co1=AND&d=PG01&s1=Kistner.IN.&OS=IN/Kistner&RS=IN/Kistner#top

5- Por que obra do destino o presidente francês Sarkozy teve a intuição de ir assinar um contrato de investimento de um montante de 100 milhões de euros, no dia 9 de Março de 2009, para a construção de uma fabrica de produção de vacinas contra a gripe? 
E imagine onde! No México, precisamente onde nasceu a gripe suína!

Fonte: http://www.sanofi-aventis.com/presse/communiques/2009/ppc_24324.asp

6- Por que, que nenhuma mídia e nenhum especialista nos diz que a gripe normal mata a cada ano entre 250.000 e 500.000 pessoas, ou seja, mais de 1.000 mortes por dia (são os números oficiais da OMS)?

Fonte: http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs211/en/index.html
(veja no texto por baixo de seasonal epidemics)

 7- Por que, que toda a imprensa mundial diz repetidamente que o vírus da gripe A irá provocar uma batolada de mortes, quando os fatos demonstram que não passa de uma gripezinha (muito menos grave que a gripe normal) que fez apenas 2.000 mortes em mais de 5 meses? A gripe normal faria, no mesmo espaço de tempo, 200.000 mortes !

Fonte: http://www.who.int/csr/don/2009_09_18/en/index.html

 (na tabela podemos ver 3.486 mortes até 13 de Setembro. Um número ridículo comparado com a gripe sazonal (devo relembrar que o hemisfério sul está a sair do inverno! Deveríamos ter tido milhões de mortes na Argentina, no Chile, no Brasil e na Austrália, segundo as previsões da OMS! Onde é que eles estão?)

8- Por que, apesar destes números de mortalidade insignificantes (2.000 em vez de 200.000), a maior parte dos países fizeram encomendas monstruosas para centenas de milhões de doses de vacinas desde o mês de Junho de 2009?

Fonte: Não é preciso, isso deu todos os dias nos telejornais. Apenas para relembrar, Portugal: 6 milhões de doses, França 94 milhões de doses, Canadá 50,4 milhões de doses, E.U.A 195 milhões de doses, Brasil: 40 milhões de doses e etc....

9- Portanto, para quê tomar medidas excepcionais este ano, visto que a gripe é menos virulenta que os outros anos? Quais são os fatos que justificam tais decisões quando não existe nada de especial? Porquê as leis de emergência (lei marcial) já foram aprovadas na maioria dos países (sem revelar o conteúdo)?

Fonte: http://fimdostempos.net/gripe-militarizacao-lei-marcial.html

10 - Porquê o exército americano foi implantado em todo o território dos E.U.A ?

Fonte: http://www.progressive.org/wx081209b.html
(Este artigo menciona que o Pentágono quer aumentar o número dos seus efetivos para cerca de 400.000 no terreno. Mas a maioria dos militares já estão implantados).

11- Para quê mais de 800 campos de concentração foram instalados nos Estados Unidos, estes últimos anos (por enquanto, estão vazios)? Porquê que eles são geridos pela a FEMA (Federal Emergency Management Agency), que atua nas grandes catástrofes do território (como no furacão Katrina) ?

Fontes: http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=12793

http://www.govtrack.us/congress/billtext.xpd?bill=h111-645

https://www.youtube.com/watch?v=aM8hpLlnz4o

 (Neste vídeo, uma mulher que se diz ser um soldado, explica como ela participou num exercício de repetição na Califórnia, praticando a colocação de barreiras e postos de controle, de modo que as autoridades possam verificar quem recebeu a vacina contra a gripe suína. Aqueles que tenham sido vacinados serão equipados com uma bracelete munida de um chip RFID, a fim de ser localizados e monitorados. Para aqueles que não tomaram a vacina, será lhes oferecida no local, caso continuem a recusar, eles serão transportados para um campo de internamento, de acordo com este testemunho.
Fonte: http://www.alterinfo.net/La-police-et-les-militaires-s-entrainent-a-arreter-les-refractaires-au-vaccin_a36855.html


12 - Porquê que nos escondem que em 1918, foram as pessoas vacinadas que morreram de gripe espanhola, e não as não vacinadas? Isso quer dizer que elas foram mortas pela a vacina e não pela a gripe?

Fonte: http://www.whale.to/vaccine/sf1.html

13 - Porquê que nos escondem que todas as epidemias do século 20 foram provocadas por campanhas de vacinação ?

Fonte: http://www.vaccinationdebate.com/web2.html
(uma de muitas fontes)

 14 - Porquê que autorizam a adição de esqualeno na futura vacina contra a gripe H1N1, quando esse adjuvante foi explicitamente reconhecido como responsável pelo o síndrome da Guerra do Golfo que, adoeceu 180.000 GI?s (25% dos soldados) após a injeção da vacina contra o anthrax? Saiba que o esqualeno foi proibido por um juiz federal em 2004!

Fonte: http://www.rense.com/general87/mill.htm

15 - Porquê 50% dos médicos ingleses recusam-se a tomar a vacina contra o H1N1, será que eles não confiam no procedimento de preparação?

Fontes: http://www.healthcarerepublic.com/news/935745/Exclusive-GPs-may-reject-swine-flu-vaccine/

http://www.pulsetoday.co.uk/story.asp?sectioncode=35&storycode=4123491&c=2

16 - Porque nos apresentam o Tamiflu como um antiviral eficaz, quando todas as campanhas de utilização deste produto foram catastroficamente ineficazes? Mais, este medicamento provoca desordens psicológicas e
neurais, provocando em alguns casos suicídios dos consumidores!

Fontes: http://www.bmj.com/cgi/content/abstract/339/aug10_1/b3172

http://www.independent.co.uk/life-style/health-and-families/health-news/tamiflu-researchers-warn-of-child-nightmares-1765431.html

 17 - Porquê que as autoridades sanitárias, que supostamente querem o nosso bem estar e proteção, autorizam que um novo tipo de vacina (segundo suas palavras) seja testado diretamente em centenas de milhões de cobaias (ou seja, nós), sem que os protocolos normais de comercialização sejam respeitados, e sem nenhuma garantia de segurança da dita vacina ?

Fonte: http://www.santelog.com/modules/connaissances/actualite-sante-essais-cliniques-du-vaccin-anti-ah1n1-12.000-enfants-am%C3%A9ricains-concern%C3%A9s-_1683.htm

Para quê estas manobras todas? Quem está por trás disto?

 A instauração de uma nova ordem mundial, com um único governo (ditador, claro!), será que já ouviu falar disso? Não? Então está com umas décadas de atraso na sua informação. Sinto muito pelo choque, para alguns. Mas isto está a acontecer agora. Tudo está pronto. Só faltava um pretexto para aplicar as leis marciais e a carta será jogada! E esse pretexto é uma pandemia mediática que precipitará o publico para as vacinas que ele verá como salvador, mas na verdade será essa arma biológica que acabará com ele (o público). 


 Repito. Esta vacina não tem nada a ver com as vacinas que conhecemos até hoje. É uma arma fabricada com a cumplicidade dos laboratórios. Não há nada a temer do vírus H1N1 (bastante contagioso, mas pouco virulento). A Austrália que está no fim do inverno já fez o balanço. Poucas mortes (88 mortes para uma população de 20 milhões de habitantes), porque eles não tinham vacinas. Será para o próximo inverno (Junho a Setembro 2010) que haverá muitas, quando a vacina estará disponível para eles também.

Perca um bocado de tempo a examinar as fontes. E,
quando a campanha de vacinação estiver em obra, pergunte-se uma coisa: A pessoa que acabou de morrer será que tomou a vacina? Será que tomou algum antiviral (tipo Tamiflu)? Se a resposta for sempre sim, então você saberá, com certeza, qual foi a causa da morte.

"Desde muitos anos atrás está cientificamente demonstrado que as vacinas não só não previnem as doenças, mas elas mesmas podem causar as enfermidades que supostamente deveriam prevenir; por exemplo, a vacina Sabin causa a maior parte dos casos de paralisia infantil, segundo admite John Salk, o qual primeiramente a desenvolveu.

Além disso, não há prova convincente alguma que as vacinas tenham feito diminuir ou erradicar moléstias; estatísticas mundiais mostram que todas as doenças, cuja extinção ou diminuição de incidência é atribuída às vacinas, já vinham declinando naturalmente, havia anos; a introdução da vacina não alterou o ritmo da queda para baixo, que se deveu a melhores condições de vida da população, sobretudo na primeira metade
do século XX.
Maiores detalhes aqui no site Ecocídio


Em Fevereiro de 2009, Baxter, a grande empresa

farmaceutica enviou 72kg de vacinas contra a gripe para 

laboratórios em toda a Europa. Acreditamos que 72kg é 

suficiente para mais de 100.000 vacinas contra a gripe. Um 

dos laboratórios felizmente fez um teste de rotina sobre 

esse lote e em todo o lote foi encontrado a gripe aviária viva 

(H5N1). 

A gripe aviária não é como a gripe suína ou gripe sazonal, 

pois mata 60% das pessoas que contraem a doença. Se a 

gripe aviária tornar-se presente em seres humanos o 

suficiente, eventualmente um humano irá criar um novo 

vírus híbrido, que é tão mortal como a gripe aviária, 

mas se espalha como a gripe normal. Se isso acontecesse, 

metade da população mundial morreria.


Se as vacinas que a Baxter enviou para os laboratórios 

europeus tivessem sido dadas a pacientes como vacinação 

anual contra gripe em toda a Europa, poderíamos ter 

testemunhado o genocídio de 3 bilhões de pessoas. 

Acredita-se que estas vacinas eram para serem usadas no 

programa de vacinação sazonal de Outono de 2009. 

Quando foi descoberto por mero acaso que as vacinas 

estavam contaminadas todos elas foram enviadas de volta a 

Baxter.

A jornalista médica austríaca Jane Burgermeister descobriu 

o incidente e entrou na justiça com ações criminais contra a 

Baxter. Baxter, desde então, admitiu que estas vacinas 

continham a virus H5N1 vivas! Mas como defesa alegaram 

que eram vacinas experimentais. Pois seriam enviadas para 

16 laboratórios, mas se este era o caso porquê 72kg, se 

fossem somente experimentais?


Burgermeister acredita que a Organização Mundial de 

Saúde e um grupo de elite, que operam acima do nível dos 

governos do mundo, orquestraram este plano disfarçado de 

vacinas contra a gripe anual, a fim de reduzir a população 

mundial.


Nesta chamada telefônica gravada, o Richard D. Hall fala 

com a produtora da BBC do setor de notícias de saúde, 

Kate Stephens. 


Ele tenta convencê-la que essa história é muito importante, 

que o povo britânico precisa ter essa informação. 


Kate Stephens afirma na conversa que esta questão é 

tratada no site da BBC, o que é uma mentira. Não é. 


Hall diz; "Ela também afirma que iria me deixar saber o que 

a unidade de investigações da BBC em Manchester tinha a 

dizer sobre o caso. Ela não me deu retorno.".

Do web site do Richard D. Hall http://www.richplanet.net






Nenhum comentário: