sábado, 27 de junho de 2015

Somos todos cobaias? Oganismos geneticamente modificados sem controle. As lesões são no DNA! Não aprecem nos testes toxicológicos!

Será que somos todos cobaias? Como é que os OGM / organismos modificados geneticamente agrícolas estão nos campos e nas placas quando eles só foram testados durante três meses em ratos? Como é que a energia nuclear ainda é a energia do futuro, enquanto os homens ainda vivem sob os efeitos da radiação de Chernobyl e Fukushima? Será que as conclusões não são condenatórias? Para seu terceiro filme, John Paul Jaud deu a palavra aos agricultores japoneses em Fukushima, senegaleses e franceses, científicas, políticas ou ativistas. Como muitas pessoas que se expressam livremente sobre estas duas questões principais, OGM e energia nuclear. O filme consiste em duas partes. 
A primeira parte mostra os supostos perigos de uma dieta contendo organismos geneticamente modificados (OGM), enquanto o segundo descreve os riscos decorrentes de usinas nucleares. O filme tenta mostrar que o homem se apropriou dessas tecnologias sem extensos testes ambientais ou de saúde, enquanto a contaminação irreversível da vida é real. O filme faz a pergunta "Será que somos todos cobaias? ". Para o painel de OGM, o filme é baseado no estudo realizado em ratos de laboratório e revelado em 2012 pelo professor Gilles-Eric Séralini, dentro da investigação independente e do Comitê de Informação Engenharia Genética (CRIIGEN), que representa osados de acordo com seus autores na mais longa investigação feita pelo consumidores um OGM agrícolas (NK 603) com o pesticida Roundup. 
A seção nuclear baseia-se principalmente sobre os danos ecológicos, materiais e humanos devido aos acidentes nucleares de Chernobyl (Abril de 1986) e Fukushima (Março de 2011).



O perigo dos OGM

Nenhum comentário: