Translate

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

PT fará campanha para financiamento público eleitoral. As Farc arrecadaram dinheiro no Brasil e usaram o Brasil como base, onde compravam armas.

http://www.folhapolitica.org/2015/02/pt-fara-campanha-nacional-para.html

Para não esquecermos, leiam para que serve o dinheiro.

 "O dinheiro sairia de Trinidad e Tobago, um pequeno país do Caribe, e chegaria às mãos de 

cerca de 300 pequenos empresários brasileiros simpáticos ao PT, que, por sua vez, fariam 

contribuições aos comitês regionais do partido como se os recursos lhes pertencessem. 

Em outro documento, aparece a informação de que o acerto financeiro fora celebrado entre

 membros do PT e das Farc durante uma reunião realizada numa fazenda no Pantanal Mato-

Grossense – e que os encontros de cúpula seriam articulados com a ajuda de Maria das 

Graças da Silva, uma funcionária da Câmara dos Deputados em Brasília que já militou no PC 

do B e seria amiga muito próxima do “comandante Maurício”, apontado como a maior 

autoridade das Farc no Brasil. Ao contrário da doação financeira e do mecanismo do 

pagamento. " Não e novidade que as FARC. Alem do narcotráfico e de seqüestros, utilizam-

se do terrorismo seletivo e sistemático, torturas, assassinatos e atentados com explosivos. 

Para ‘selar a união’, houve uma reunião em Ribeirão Preto com Olivério Medina, porta-voz 

informal das Farc no Brasil ( com a anuência do governo Lula), que chegou a ser preso em 

2000, em Foz do Iguaçu (PR), a pedido da Colômbia, acusado de atividades terroristas. 

Olivério Medina foi acusado de financiar a campanha eleitoral de Lula com dinheiro das 

FARC. 
Um dossiê do “International Institute for Strategic Studies” (Instituto Internacional de Estudos 


Estratégicos, ou IISS), de 2011, revelou as relações íntimas dos líderes latino-americanos 

Hugo Chaves (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Lula (Brasil), além de citar “por cima” 

alguns outros, com asFARC ao ponto de Chávez iniciar uma operação para entrega de 

US$300 milhões em dinheiro ou em armas às FARC. Tal operação foi interrompida após a 

morte de Raul Reyes, conta o editor do dossiê, James Lockhart Smith.

Também segundo Smith, um ex-guerrilheiro das FARC testemunhou ao IISS sobre conversas


 com Ricardo Patiño (político de esquerda e Ministro do governo Rafael Correa, no Equador)

 sobre a “doação” de dinheiro para a campanha presidencial de Correa em 2009. Inclusive, 

o ex-guerrilheiro informa que Patiño falou sobre o dinheiro e que conversou com Correa três

 vezes sem mencionar a questão, mas que o presidente equatoriano mostrava estar bem a 

par do estágio das conversas.

Entre as propostas de Correa, Chávez (e agora Maduro), Lula (e agora Dilma) e Evo Morales

 não se vê diferenças gritantes, mas três pontos em comum e fortemente alinhados: controle

 do mercado, democratização da mídia e combate a pobreza. Nesses pontos leia-se:

 intervencionismo econômico ferrenho, controle da mídia para imposição de censura a quem

 não esteja alinhado ao discurso e ações do grupo no poder e distribuição de esmolas sem

 exigir nenhuma contrapartida válida, nem possibilitar acesso a educação e saúde privadas

 através de aumento do poder aquisitivo.

Por fim, fica claro que temos uma entidade poderosa e influente que ajuda a desenvolver e 


manter governos socialistas, intervencionistas e repressivos pela América Latina, que é 

financiada por grupos terroristas como FARC e MIR (chileno), através do narcotráfico, 

guerrilha, seqüestros e assassinatos, e da qual participam os principais líderes latino-

americanos junto com os líderes dos grupos terroristas mencionados e de outros mais.

Documentos dizem que partido do presidente brasileiro recebeu dinheiro das FARC 

http://pt.wikinews.org/wiki/Documentos_dizem_que_partido_do_presidente_brasileiro_recebeu_dinheiro_das_FARC 

Comprovado

As Farc arrecadaram dinheiro no Brasil


Representantes dos terroristas organizavam eventos culturais com dinheiro público. Olivério


 Medina mantinha uma ONG com a finalidade de intermediar contratos. Em seus e-mails para 

Reyes, ele costuma usar a expressão “conseguir uns centavos” para se referir à comissão

 que seria repassada às Farc

Comprovado

O PT tem ligações com as Farc


O PT articulou a saída das Farc do Foro de São Paulo em 2001, mas as relações diretas com


 a narcoguerrilha continuaram. Em e-mail de 19 de junho de 2003, por exemplo, Rodrigo

 Granda, o chanceler do grupo, contou sobre um encontro no Equador com Paulo Ferreira,

 então secretário de relações internacionais do partido brasileiro. 

A conversa girou em torno de “prisões, narcotráfico e processo de paz” na Colômbia



Comprovado

As Farc financiaram a campanha de Rafael Correa, no Equador

Sob a promessa de serem reconhecidos como “forças beligerantes” e de ganharem uma


 participação em futuras empresas, líderes das Farc juntaram 400000 dólares para o

 candidato equatoriano em outubro de 2006

Revelado 


O governo Chávez pediu às Farc para matar opositores


Em e-mail de 2006, Reyes descreveu uma conversa com um enviado de Chávez chamado


 Julio Chirinos, que lhe pedia para matar o ex-agente do serviço secreto venezuelano Henry 

Lopez Cisco. O opositor hoje vive exilado na Costa Rica

Comprovado


As Farc usaram o Brasil como base


Há, no pacote de mensagens, inúmeras referências ao uso do território brasileiro como


 esconderijo pelas Farc, para fazer propaganda do grupo e para arrecadar dinheiro. 

Em uma delas, de 28 de novembro de 2002, Ivan Marquez sugeriu a Raúl Reyes que se

 estabelecesse em Manaus, cidade considerada segura para os guerrilheiros 

Revelado


Chávez se encontrou pessoalmente com Reyes


Em 2 de novembro de 2000, Reyes contou que teve dois encontros com Chávez, “um


 admirador das Farc-EP e em especial de Marulanda”. Chávez lhe prometeu um acordo de “

troca de prisioneiros” com o governo colombiano

Revelado


As Farc tiveram acesso a combustível usado em bombas nucleares

Em 2007, um terrorista contou a Raúl Reyes que Belisário, um especialista em explosivos,


 tinha 8 quilos de urânio enriquecido. Cada quilo custava 6 milhões de dólares. 

A ideia era vender o material à Venezuela, com comissão para as Farc

Suspeita


Lula esforçou-se para impedir a extradição de terrorista


Em 29 de abril de 2006, Reyes descreveu um encontro entre o presidente brasileiro e Álvaro Uribe. 


Lula teria dito ao presidente colombiano que “não lhe entregaria o padre (Medina), porque estava sofrendo muita pressão dos partidos, dos sindicatos e de outras pessoas”. 

Uribe teria pedido a Lula que mantivesse Medina preso ao menos, até o fim das eleições na Colômbia. Coincidência ou não, Medina recebeu o refúgio um mês depois da reeleição de Uribe

Revelado


TV apoiada pelo governo brasileiro empregava membros das Farc


Pelo menos três integrantes do grupo trabalharam na Telesul, que recebe ajuda logística e conteúdo do governo brasileiro. Dessa forma, garantiam a veiculação de documentários favoráveis às Farc 


Comprovado


As Farc treinaram milícias chavistas
Em 2001, ítalo González afirmou ter ido à Venezuela para passar a experiência das Farc para as milícias bolivarianas. “Nesse mesmo dia se trabalhou, com nossa ajuda, um plano nacional para a criação de milícias na Venezuela”


Comprovado


As Farc fazem narcotráfico. Em e-mail de 2007, os narcoterroristas falaram da facilidade de seus companheiros serem pegos. Basta os agentes americanos “chegarem com propostas de comprar coca ou de vender armamento de todo tipo”


Comprovado


Cuba e Venezuela fundiram seus interesses externos

“Tino (deputado chavista) disse que a diplomacia cubano-venezuelana está em desespero 

porque Lula está a ponto de se perder por causa da corrupção”, afirmou Ivan Márquez em e-mail de 22 de agosto de 2005 ao secretariado das Farc

Suspeita


As Farc compravam armas no Brasil

Além do trabalho de relações públicas, os embaixadores das Farc no país também queriam


 armas. “Juan Antonio e Camilo estão no Brasil. 

Como na Rússia, buscam contatos para a compra de armas”, diz documento de setembro de 2003 

http://www.averdadesufocada.com/index.php/farc-notcias-91/5175-1705-os-tentculos-das-farcs-no-brasil 

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/relacoes-perigosas-as-farc-o-pt-e-o-governo-lula/ 

http://www.grupoinconfidencia.org.br/sistema/index.php?option=com_content&view=article&id=2222:o-pt-as-farc-e-o-crime-organizado&catid=284:marco-antonio-felicio-da-silva&Itemid=426

Nenhum comentário: