segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Mais uma prá não acreditar no governo. Dilma disse que não faria alterações na lei que comprometessem direitos do trabalhador. "Nem que a vaca tussa"


A mudança nas regras para a concessão de benefícios trabalhistas e previdenciários, anunciada no final do mês passado como uma das medidas de redução das despesas públicas, foi decidida pelo governo de Dilma Rousseff antes da eleição, encerrada em outubro de 2014.

As novas normas, que limitam a obtenção do seguro-desemprego e do abono salarial, foram definidas em meados de 2014. A previsão foi feita com base em regras então definidas, que seriam anunciadas após a eleição.

Na campanha, em ataques a adversários, Dilma disse que não faria alterações na lei que comprometessem direitos do trabalhador. Ao insinuar que seus opositores mudariam direitos trabalhistas, disse que não mexeria em benefícios como férias e 13º salário. "Nem que a vaca tussa".O tema virou um dos slogans da campanha de Dilma. O PT anunciou no site da candidata uma mobilização nacional, batizada de "Nem que a vaca tussa", contra mudanças nos direitos trabalhistas.

Nenhum comentário: