terça-feira, 22 de abril de 2014

PT financia as MAVs - Milícias para Ataques Virtuais - para guerrilha nas redes sociais.


O PT vai montar uma "patrulha virtual" e treinar militantes para fazer propaganda e criticar a imprensa em sites de notícias e redes sociais como Twitter e Facebook. O partido quer promover cursos e editar um "manual do tuiteiro petista", com táticas para a guerrilha na internet. A ideia é recrutar a tropa a tempo de atuar nas eleições municipais de 2012. "Vamos espalhar núcleos de militantes virtuais por todo o país", promete o petista Adolfo Pinheiro, 36, encarregado de apresentar um plano de ação ao presidente da legenda, Rui Falcão. Os filiados serão treinados para repetir palavras de ordem e usar as janelas de comentários de blogs e portais noticiosos para contestar notícias "negativas" contra o PT.

"Quando sai algo contra um governo petista, a mídia faz escândalo, dá página inteira no jornal. Temos que ir para cima", diz Pinheiro. "Nossa única recomendação é não partir para a baixaria e manter o nível do debate político", afirma ele. A criação dos chamados MAVs (núcleos de Militância em Ambientes Virtuais) foi decidida no 4º congresso do partido, em setembro. O encontro foi marcado por ataques à imprensa e pela defesa da "regulamentação dos meios de comunicação". O militante à frente do projeto atuou na campanha de Aloizio Mercadante ao governo paulista em 2010. No mês passado, tentou articular um ato contra a revista "Veja" após a publicação de reportagem sobre o ex-ministro José Dirceu. Os petistas dizem que a nova ferramenta também poderá ajudar seus candidatos a enfrentar boatos na rede com maior rapidez. "No ano passado, demoramos demais a rebater "calúnias" contra Dilma [Rousseff] sobre aborto e luta armada", afirma Pinheiro. (Da Folha de São Paulo)
 
E O PNDH-3? TÁ TUDO LÁ ESCRITO, NUNCA FORAM CALÚNIAS. 

Nenhum comentário: