sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Ministro da Saúde quer infectar as meninas do Brasil. Evite a vacina contra o HPV.

Mais de uma dúzia de frascos de vacina Gardasil, foram contaminados com DNA recombinante do vírus do papiloma humano (HPV). Os frascos foram adquiridos nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, Polónia e França, indicando que a contaminação da vacina Gardasil é um fenômeno global.
Isto significa que as adolescentes que são injetadas com essas vacinas estão sendo poluídas e expostas a perigo biológico – o rDNA de HPV

Na realização dos ensaios, o Dr. Sing Lee encontrou rDNA das cepas HPV-11 e HPV-18, que foram descritas como “firmemente ligadas ao adjuvante de alumínio.”
O fato que alumínio também é encontrado em vacinas deve ser alarmante por si só, já que o alumínio não deve ser injetado no corpo humano (porque é tóxico quando ingerido e, especificamente, danifica o sistema nervoso). Com a descoberta de que o adjuvante de alumínio também tinha fragmentos de DNA recombinante de duas cepas diferentes do vírus do papiloma humano, agora o alarme chega a um perigoso risco de contaminação biológica – mais como uma arma biológica em vez de um medicamento.

Efeitos colaterais comuns Gardasil
Uma análise recente de efeitos colaterais da vacina contra o HPV foi publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA). Os pesquisadores analisaram 12.424 relatos de efeitos colaterais após a vacinação contra o HPV. Os efeitos colaterais mais freqüentemente relatados incluem o seguinte:
A perda parcial ou total da consciência
Tontura
Náusea
Dor de cabeça
Reações no local de injecção
Aproximadamente 94% dos efeitos secundários relatados não foram considerados graves.
Vacina HPV: Efeitos secundários graves
Aproximadamente 6% de efeitos colaterais relatados foram graves e incluíram 32 relatórios de morte. Medicamente importantes eventos graves incluíram o seguinte:
Morte
Reação anafilática
Trombose venosa profunda
Síndrome de Guillain-Barré
Hipersensibilidade
Mielite transversa (inflamação através da largura da coluna vertebral)
Inflamação do pâncreas
Coágulo de sangue no pulmão
Convulsão
Urticária
Doença auto-imune
Vacinas contra DSTs são simplesmente “ataques à humanidade, principalmente aos jovens”.
Dentre outras complicações sofridas por meninas vacinadas 
estão a Síndrome de Guillain-Barré e a paralisia de Bell.

Vítima da Gardasil se manifesta 2 anos depois de 
vacinada


Nenhum comentário: