Translate

domingo, 13 de outubro de 2013

O que significa “ser governado”?

Ser governado significa ser observado, inspecionado, espionado, dirigido, 

legislado, regulamentado, cercado, doutrinado, admoestado, controlado, 


avaliado, censurado, comandado; e por criaturas que para isso não tem o 


direito, nem a sabedoria, nem a virtude… 


Ser governado significa que todo movimento, operação ou transação que 


realizamos é anotada, registrada, catalogado em censos, taxada, selada, 


avaliada monetariamente, patenteada, licenciada, autorizada, recomendada ou 


desaconselhada, frustrada, reformada, endireitada, corrigida. 


Submeter-se ao governo significa consentir em ser tributado, treinado, 


redimido, explorado, monopolizado, extorquido, pressionado, mistificado, 


roubado; tudo isso em nome da utilidade pública e do bem comum. 


Então, ao primeiro sinal de resistência, à primeira palavra de protesto, somos 


reprimidos, multados, desprezados, humilhados, perseguidos, empurrados, 


espancados, garroteados, aprisionados, fuzilados, metralhados, julgados, 


sentenciados, deportados, sacrificados, vendidos, traídos e, para completar, 


ridicularizados, escarnecidos, ultrajados e desonrados. 


Isso é o governo, essa é a sua justiça e sua moralidade! … 


Oh personalidade humana! 


Como pudeste te curvar à tamanha sujeição durante sessenta séculos?

Aquele que botar as mãos sobre mim, para me governar, é um usurpador, um tirano. 


Eu o declaro meu inimigo.


Pierre Proudhon, primeiro teórico a se declarar anarquista de forma clara e explicita

Nenhum comentário: