quarta-feira, 24 de julho de 2013

Constrangimento e assédio administrativo aos médicos. Ajam contra o diretor do hospital e a secretaria de saúde!



Após denúncia, médicos são demitidos de hospital em 


Campos, RJ


Médicos denunciaram más condições de trabalho na Santa Casa.

Após denúncias, todos os médicos do CTI foram demitidos.



No início do mês de junho, médicos que trabalham na Santa Casa em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, denunciaram ao Ministério Público as más condições da unidade, principalmente no Centro de Terapia Intensiva. Segundo os médicos, faltam exames laboratoriais, raio-x e tomógrafos. 
Toda a equipe do setor foi demitida.
De acordo com a direção, houve quebra de confiança por parte dos profissionais.
(Não são de confiança para assassinos, são profissionais comprometidos com a vida) 
A Santa Casa tem três unidades de Terapia intensiva. São 34 leitos que, segundo os médicos, estão sempre ocupados. Os problemas também foram divulgados para a secretária municipal de Sáude, que tem gestão plena no hospital. O município faz um repasse mensal para a entidade efetuar procedimentos ambulatoriais e hospitalares.
Os 22 médicos demitidos ainda continuam exercendo as funções, porque uma nova equipe ainda não foi contratada. Segundo os médicos, o prazo estipulado para deixarem os cargos venceu. Nesta semana, nada foi resolvido na audiência entre o provedor da Santa Casa e os médicos, e uma nova audiência está marcada para o início de agosto. 
O provedor da Santa Casa informou que qualquer reclamação dos serviços prestados pelo hospital deve ser levada ao setor de ouvidoria, que funciona dentro da unidade. (Que deve ser comprometida com a direção!!!)

Nenhum comentário: