domingo, 31 de março de 2013

Extremo cuidado ao pagar jogos à Steam

http://steamcommunity.com/profiles/76561198066220744

É COM ENORME SURPRESA E INDIGNAÇÃO QUE RECEBI A MALSINADA RESPOSTA DO SUPORTE DE QUE "Nosso sistema indica que sua conta foi permanentemente banida pelo sistema Valve Anti-cheat (VAC) para o modo Multijogador do Modern Warfare 3 por uso de trapaças ou modificações não autorizadas do jogo. O Suporte Steam não pode retirar o banimento."

COM ENORME DESFAÇATEZ O SUPORTE AINDA DIZ QUE "Nós não vamos lhe informar quais trapaças foram detectadas ou a data e o horário no qual a infração foi cometida. Nós confirmamos que o banimento na conta foi feito legitimamente e não pode ser removido."

ORA, É ABSOLUTAMENTE IMPOSSÍVEL COMPROVAREM QUE REALIZEI ALGUMA "TRAPAÇA" OU "MODIFICAÇÃO NÃO AUTORIZADA", TENDO EM VISTA QUE JAMAIS AS FIZ.

O CASO É GRAVE E REQUER A INTERVENÇÃO JUDICIAL, JÁ QUE ALÉM DE TER PAGO U$ 60,00 (R$ 120,00) PARA PODER JOGAR, ESTOU SENDO INJUSTAMENTE ACUSADO DE TER REALIZADO UMA TRAPAÇA!

ALEGAR QUE ALGUÉM COMETE TRAPAÇA SEM TÊ-LO FEITO, NO MEU PAÍS, É CRIME DE CALÚNIA, PREVISTO NO ARTIGO 138 DO CÓDIGO PENAL BRASILEIRO!

POR OUTRO LADO, RECEBER DINHEIRO DE ALGUÉM COM O OBJETIVO DE VENDER O DIREITO DE JOGAR E POSTERIORMENTE TOLHER ESTE DIREITO, SOB ALEGAÇÕES INFUNDADAS E NÃO COMPROVADAS, É CRIME DE ESTELIONATO, PREVISTO NO ARTIGO 171 DO CÓDIGO PENAL BRASILEIRO!

AGORA DIZER QUE "Se você deseja comprar uma nova cópia deste jogo, por favor, crie uma nova conta Steam para registrar o jogo" DEIXA CLARO QUE, EM VERDADE, EU É QUE ESTOU SENDO TRAPACEADO POR STEAM! PAGUEI CARO PELO JOGO E FUI BANIDO SEM NADA TER FEITO E AINDA ACUSADO DE SER TRAPACEIRO!

ENTÃO, SE MEU DIREITO DE JOGAR NÃO FOR IMEDIATAMENTE DEVOLVIDO, VOU PROCURAR UMA FORMA DE ME RESSARCIR DE MEUS PREJUÍZOS FINANCEIROS E MORAIS!

ALÉM DISSO VOU CRIAR UM BLOG DIVULGANDO ESTA DESONESTIDADE DA EMPRESA STEAM E, DESDE JÁ, VOU DIVULGAR ESTA GRAVE OCORRÊNCIA NO FÓRUM PERTINENTE!

CONCEDO À EMPRESA O PRAZO DE 48 HORAS PARA RESTABELECIMENTO DE MINHA CONTA.

Nenhum comentário: