quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Lula deixou para você: Em dez anos, de 2001 a 2010, a arrecadação tributária cresceu 264,49%, enquanto que o IPCA variou 89,81%. Isto gerou uma inflação tributária de 92,03%

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário - IBPT lança nesta terça, dia 15, o Índice de Variação da Arrecadação Tributária – IVAT com o levantamento do crescimento da arrecadação tributária desde janeiro de 2001.

O IVAT é um método de medição econômica, criado com a finalidade de apurar percentualmente a variação da arrecadação  de tributos da União, Estados e Municípios, ou seja, o crescimento mensal e anual dos valores recolhidos aos cofres públicos. Por meio dele é possível fazer um comparativo entre o crescimento do somatório das arrecadações tributárias e os principais índices de inflação divulgados permanentemente por outros órgãos e instituições, como também a sua comparação com os índices de crescimento do valor nominal do PIB brasileiro.

Em dez anos, de 2001 a 2010, a arrecadação tributária cresceu 264,49%, enquanto que o IPCA variou 89,81%. Isto gerou uma inflação tributária de 92,03%.

Segundo o coordenador de Estudos do IBPT e idealizador do projeto, Gilberto Luiz do Amaral, “a partir do IVAT é possível discutir o termo Inflação Tributária, de modo que a sociedade tenha consciência que os governos são exímios geradores da inflação econômica, pois os tributos integram o cálculo do PIB,  tanto pela ótica da produção, quanto da demanda e renda e o crescimento da arrecadação tributária acima dos índices de inflação e do próprio crescimento do País provoca inflação”.

No segundo semestre de 2011, o IBPT lançará o Índice de Variação do Gasto Público - IVGP. O presidente do IBPT, João Eloi Olenike, que coordena a elaboração do IVGP afirma que “estamos focados na elaboração de uma série de instrumentos de controle do dinheiro público, seja pelo lado da arrecadação, ou pelo lado da aplicação dos recursos públicos, pois não é mais possível o Brasil conviver com um contínuo aumento da carga tributária, enquanto que os governantes sempre alegam falta de dinheiro para o aumento da qualidade e eficiência do gasto público”.

As principais conclusões do Estudo IVAT são:

a) Nos últimos dez anos, de 2001 a 2010, a arrecadação tributária cresceu 264,49%;
b) No mesmo período o IPCA cresceu 89,81%;
c) Nestes dez anos, o IGP-M apresentou variação de 129,85%, o IGP-DI variou 128,58% e o INPC apresentou variação de 97,15%;
d) Neste mesmo período, o PIB teve variação nominal de 212,32%;
e) A arrecadação tributária cresceu 92,03% acima do IPCA (Inflação Tributária).

Para mais informações e entrevistas entre em contato com a equipe da De León Comunicações pelos telefones (11) 5017-4090 / 7604.

Nenhum comentário: