Translate

domingo, 16 de dezembro de 2012

'Trabalhar demais' é um dos principais lamentos de pacientes terminais

"Antes de Partir" reúne relatos de 17 pacientes terminais em suas últimas semanas de vida. Entre os arrependimentos mais comuns, "desejaria não ter trabalhado tanto" só fica atrás de "ter vivido a vida que eu desejava".
Divulgação
Autora apresenta lições de vida em relatos de pacientes terminais
Autora apresenta lições de vida em relatos de pacientes terminais
O livro nasceu de um artigo escrito pela enfermeira australiana Bronnie Ware, "Os Cinco Principais Lamentos dos que Vão Morrer", texto que em poucos meses ultrapassou 1 milhão de acessos. O número triplicou em um ano.
Ware alterou quase todos os nomes presentes no livro para preservar a privacidade de amigos e parentes. A escritora e compositora australiana trabalhou prestando cuidados paliativos a pacientes terminais, a maioria deles com câncer.
Ao falar da morte, a autora mostra que, no fim da vida, não há números --saldos bancários ou preço do carro novo--, mas emoções. "Um perdão não pedido, de um 'eu te amo' não dito", como escreve o jornalista Jaime Pereira da Silva na edição brasileira.
Na introdução, a autora agradece as lições de vida que aprendeu nesse trabalho. "A todas as pessoas maravilhosas agora falecidas, cujas histórias não apenas construíram o livro, mas também influíram em minha vida significativamente", escreve.
O volume é dividido em cinco lamentos: "Desejaria Ter Tido Coragem de Viver uma Vida Verdadeira para Mim Mesma, Não a que os Outros Esperavam de Mim"; "Desejaria Não Ter Trabalhado Tanto"; "Desejaria Ter Tido Coragem de Expressar Meus Sentimentos"; "Desejaria Ter Ficado Mais em Contato com Meus Amigos"; "Desejaria Ter-me Permitido Ser Mais Feliz".
*

Nenhum comentário: