Translate

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Filha do vice-presidente cubano deserta para os EUA.


A filha do vice-presidente cubano Marino Murillo, que em ocasiões já chegou a ser apontado como possível sucessor de Raúl Castro, desertou para os Estados Unidos e está vivendo em uma cidade de Tampa, segundo fontes citadas pelo El Nuevo Herald, jornal em espanhol com sede nos Estados Unidos.
Glenda Murillo Díaz, 24 anos, chegou ao país partindo do México, passando pelo posto fronteiriço de Laredo, no Texas, no dia 16 de agosto, apontando que ela deve ter se beneficiado da política "pés molhados, pés secos", que permite aos cubanos permanecerem nos Estados Unidos uma vez que pisem em solo americano. Cidadãos interceptados no mar precisam retornar a Cuba.
As causas da deserção ainda são desconhecidas, mas o El Nuevo Herald declarou que o ato representa uma censura contra as reformas econômicas conduzidas por Castro, das quais o pai, Marino Murillo, é um dos encarregados de implementar.

Nenhum comentário: