domingo, 5 de agosto de 2012

Chàvez está preparando sua cova/mausoléu e vai deixar um monte de dívidas.


Chávez tem pressa, e a confirmação dos exames no Brasil lhe deram a certeza de que não irá consolidar seu sonho de ser ditador vitalício, como seu amo Fidel Castro.

Notalatina ficou dois meses sem atualização, em decorrência de minha mudança e depois problemas em meu computador. Entretanto, tão logo essas inconveniências foram sanadas não parei de trabalhar: fiz uma palestra, escrevi artigos para o Jornal Inconfidência de Minas e para a Revista Vila Nova de Campina Grande, além de escrever e traduzir outros tantos que foram publicados nos sites Mídia Sem Máscara e Papéis Avulsos. E por que informo isso? Para justificar - sobretudo - àqueles que num ato de generosidade contribuem financeiramente para o meu trabalho, de modo que não pensem que quando não há atualizações no blog eu não estou fazendo nada.
No Brasil atualmente só se fala no julgamento do mensalão, não sem motivos mas, enquanto as pessoas estão entretidas com isso, o mundo continua girando e coisas escabrosas acontecendo aqui no nosso hemisfério. Uma delas, por exemplo, foi a oficialização do ingresso de Chávez - não da Venezuela, porque o objetivo era ajudar o “cumpanhêro” - no MERCOSUL, ato totalmente ilegal uma vez que o Paraguai foi apenas “suspenso” e que, portanto, seu voto legítimo não foi computado. Se a OEA acatar a destituição de Lugo, o Paraguai poderá voltar a fazer parte do MERCOSUL e reverter este ingresso com seu voto contra, entretanto, a Venezuela ameaça deixar de fazer parte da CIDH se a OEA der razão ao Paraguai. Quer dizer, tudo já está tramado para consolidar a farsa do ingresso de Chávez no bloco sul-americano e uma das razões encontra-se no “Protocolo de Ushuaia II” que blinda o mandatário de turno de qualquer ameaça de destituição.
O assunto que vou tratar hoje tem muito a ver com essa farsa. Primeiro, quando o MERCOSUL reuniu-se extra-oficialmente para rejeitar a deposição legal e constitucional do ex-bispo Lugo da presidência do Paraguai por imposição de Dilma, Argentina, Uruguai e Brasil acordaram dar o aceite da Venezuela no MERCOSUL, ato ilegítimo e ilegal pois não são os presidentes que decidem isto mas o Congresso de cada país.
Na última segunda-feira Chávez veio ao Brasil, muito providencialmente para oficializar seu ingresso e, de quebra, aproveitar para refazer seus exames. Ele vive dizendo que está curado, embora seu estado clínico continue em queda livre e, por determinação de Lula, o encontro foi marcado em Brasília onde ele poderia se consultar sem maiores alardes no hospital que serve a presidentes, ministros e outros membros das altas cúpulas. Tudo correu sob um manto de secretismo, porém, como sempre vasa alguma informação, Nelson Bocaranda, jornalista venezuelano que tem contatos dentro do governo venezuelano, nos informou através de seu Run-runes o resultado da análise que o ditador fez. Esses são os dados:
“O braço do fêmur esquerdo continua fraturado pela sobre-dose de exposição às radiações aplicadas em Cuba e em menor dose em Caracas. O tumor localizado na pélvis, assim como em outros órgãos, continua estacionado. A presença de células cancerígenas no duto sangüíneo continua sem parar. Os médicos atribuem isso ao excesso de esteróides aplicados para “parecer bem”. Todos recomendam sua pronta suspensão mas em vista do empenho do paciente em fazer campanha como se estivesse “curado”, aceitam que pelo menos diminua a dose a uma aplicação menor. Do mesmo modo quanto ao uso de morfina ou outros calmantes para a dor. A dose de Sertralina (comercialmente sob estas marcas Zoloft, Sertex, Altruline ou Besitrá), foi aumentada para 100 a 150 mg. diários. O resto dos medicamentos que ele vem consumindo durante os últimos 14 meses continuará sem modificações”. Um dado em que todos eles (cubanos - que vieram secretamente ao Brasil -, venezuelanos e brasileiros) coincidem é que Chávez repouse o máximo possível, coisa que seguramente ele não fará.
Chávez sabe que seu tempo se esgota e ficou deprimido com o resultado dos exames. Entretanto, o ingresso no MERCOSUL ajudou a elevar seu ânimo. E já nesse mesmo dia fez compras astronômicas à EMBRAER: seis aviões Embraer 190, pela empresa de aviação venezuelana CONVIASA no valor de US$ 271,2 milhões, e uma outra opção de compra de mais 14 aviões, o que pode elevar o contrato para US$ 904 milhões. E quem vai pagar essa conta? Comenta-se que a primeira parcela seria paga em setembro próximo, outras duas deverão ser feitas ainda este ano e mais três em 2013. Entretanto, Chávez tinha uma dívida com a Colômbia no valor de US$ 800 milhões que ficou acordado de pagar quando Santos refez as relações diplomáticas, mas até hoje esse compromisso não foi honrado. Do mesmo modo, a Refinaria Abreu e Lima, instalada em Suape (PE) numa parceria entre a PETROBRAS e a PDVSA, até hoje aguarda-se a parte que coube à Venezuela e o governo do estado havia anunciado meses atrás que, se Chávez não pagasse a parte que lhe cabe, iria romper o contrato.
Tudo isso Chávez está fazendo sabendo que vai deixar a conta para terceiros - que provavelmente não vão poder honrar por falta de recursos -, entretanto sua cabeça enferma de psicopata com delírios messiânicos não para por aí. Antes de conhecer que estava com câncer Chávez decidiu criar um mausoléu para guardar os restos mortais de Simón Bolívar, um monumento faraônico pago pelo massacrado contribuinte venezuelano. Todavia, no fim do ano passado, tendo a certeza de que seu caso é incurável, resolveu alterar as disposições do mausoléu, de modo a que ele também seja enterrado lá. É uma obra gigantesca, com espaço para abrigar 1.500 pessoas, toda em mármore. Sobre uma base elevada havia um ataúde e agora há dois. A inauguração estava prevista para fins de julho mas ainda não ocorreu por atraso na obra. 
O que o Notalatina apresenta hoje é uma matéria do site S.O.S Chávez, que teve acesso a documentos e fotos (todas publicadas aqui) que comprovam isto. Chávez tem pressa, e a confirmação dos exames no Brasil lhe deram a certeza de que não irá consolidar seu sonho de ser ditador vitalício, como seu amo Fidel Castro, a quem ele presta homenagem também neste mausoléu com uma bandeira de Cuba, completamente descabida pois Bolívar sequer passou por aquele país, muito menos foi seu libertador. Entre o MERCOSUL e o mausoléu tem um psicopata com síndrome de deus no meio. Desfrutem. Fiquem com Deus e até a próxima!
Exclusiva global: planos filtrados confirmam o posto de Chávez no mausoléu
tumbachávez

Observem os DOIS ataúdes

Documentos secretos do governo que foram proporcionados a S.O.S Chávez confirmam o que dissemos anteriormente: Hugo Chávez está planejando que seu próprio corpo seja posto ao lado do de Simón Bolívar no Mausoléu Maciço que construiu, supostamente para o libertador da América do Sul.
A correspondência que recebemos documenta conversações entre o governo, os arquitetos e os fornecedores líderes na construção do monumento a Bolívar com relação à construção de uma segunda tumba. A primeira carta, datada de 2 de julho de 2012, é de Arnoldo García, gerente geral da empresa “Canteras y Mármoles”, uma empresa que faz trabalho de mármore, conhecida por estar envolvida na criação do Mausoléu do Libertador Simón Bolívar. (A carta) foi enviada ao Gabinete Presidencial de Planos e Projetos Especiais, e a Lucas Pou, o arquiteto de fora que foi contratado para a construção da estrutura. Seu conteúdo é bastante instrutivo, com medidas para uma “segunda base” no novo mausoléu. As medidas são consistentes com as de um ataúde padrão.
Além disso, nos foi proporcionada uma segunda carta. Esta, de Farruco Sesto, Ministro de Estado para a Transformação Revolucionária de Caracas e co-arquiteto do projeto, a Pou, autorizando a colocação da bandeira de Cuba dentro do mausoléu, junto com os seis países que Bolívar libertou da Espanha. No passado, Sesto e Pou trabalharam juntos, sendo donos de uma firma de arquitetura.
Não é preciso ser um expert em história para saber que Bolívar não tinha absolutamente nada a ver com a libertação de Cuba, ou com a história desse país. Acrescentar uma bandeira cubana às das nações que Bolívar libertou está fora de lugar e, pior ainda: é uma falta de respeito a seu legado. Quer dizer, a menos que um grande defensor de Cuba fosse ser enterrado junto a ele. Com sua lealdade a Fidel bem documentada, está claro que Chávez parece ser essa pessoa. Novos planos que obtivemos confirmam esta informação, posto que indicam a construção de uma segunda base e a localização da bandeira cubana.
Porém, mais que estas cartas e estes planos, nossa fonte, que é de alto grau no governo venezuelano, nos filtrou estas fotos reais do interior do mausoléu re-projetado. Dois ataúdes são claramente visíveis, do mesmo modo que os sete mastros de bandeiras - um a mais que o necessário para os estados Bolivarianos.
Fotos publicadas anteriormente de Elías Jaua e Francisco Sesto no interior do mausoléu, confirmam que estas imagens foram, de fato, tomadas dentro do local do descanso final de Bolívar. Entretanto, nossas novas imagens revelam que desde que essa foto foi tomada, um segundo ataúde foi acrescentado. O ataúde de Chávez poderia ser eliminado para a grande inauguração, porém está claro, a partir destas imagens, que ele está fazendo planos para permanecer ao lado de seu herói para a eternidade.
O mausoléu de 50 metros será inaugurado nas próximas semanas, embora falte meses para ser terminado. Sua construção atrasou-se e foi envolta em segredo. Talvez Chávez procure inaugurar seu lugar de descanso final, porém não será revelado ao mundo até sua morte iminente. 
A estrutura foi aclamada como a envergadura perfeita para um herói como Bolívar, e criticada como um reflexo exagerado do ego de Chávez e o suposto desejo de ser visto como uma re-encarnação do herói da independência. Chávez propôs o santuário, dedicado exclusivamente ao “Libertador”, há dois anos, quando decidiu que necessitava saber se o fundador principal da Venezuela havia sido envenenado. Porém, agora, muitos suspeitam de um duplo motivo.
Desde a exumação de seu corpo, refazendo sua imagem em 3-D para que se pareça com a sua, e inclusive mudando o nome de seu país, a fascinação de Chávez com Bolívar não faz senão confirmar sua crença de que ele é um herói predestinado da Venezuela. Estas ações, junto com seu recém criado mausoléu, são suas tentativas de se vincular estreitamente com Bolívar e repousar com ele no mesmo lugar para sempre. A evidência atual só põe de manifesto que enquanto pronuncia para si mesmo que está “curado”, está em segredo fazendo planos para assegurar seu legado.
 
Para ver as fotos, os planos e as cartas em tamanho normal, clique nos seguintes links: 
Carta de Arnoldo García a Lucas Pou: http://bit.ly/Qyr5s3

Carta de Lucas Pou a Francisco Sesto: http://bit.ly/ReGcGo

Plano do novo mausoléu com um segundo ataúde e sete mastros: http://bit.ly/Np3YIU

Fotos de Elías Jaua e Francisco Sesto no mausoléu: http://bit.ly/NdrSIs

Foto do novo mausoléu com os dois ataúdes e sete mastros: http://bit.ly/Qyrfj6

Foto do novo mausoléu com duas bases: http://bit.ly/OEllrD

Foto do novo mausoléu para os restos de Bolívar e Chávez: http://bit.ly/N21btm

Comentários e tradução: G. Salgueiro

Nenhum comentário: