segunda-feira, 2 de julho de 2012

Pesquisa feita em 2009 por instituto de pesquisa ligado ao PT, 99 por cento dos brasileiros se opõem, em menor ou maior grau, ao homossexualismo. Governo do PT cria comitês para enfrentar “homofobia” da população. Governo X população. Reengenharia social e lavagem cerebral em andamento. A PARTIR DO MOMENTO EM QUE UMA PESSOA FOR ACUSADA DE “HOMOFOBIA”, OS COMITÊS MOVERÃO TODA A MÁQUINA GOVERNAMENTAL CONTRA ELA.


A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) iniciou parceria com o Conselho Federal de Psicologia (CFP) para , conforme anunciado ontem (29) em Brasília, criar Comitês Estaduais de Enfrentamento à Homofobia. Essa iniciativa é em comemoração da data de hoje, que é o Dia Mundial do Orgulho LGBT “Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais”.
Ontem, o CFP obedientemente se ausentou de uma audiência no Congresso Nacional para discutir sua medida autoritária de proibir profissionais de psicologia de atender pessoas que querem deixar o vício homossexual. A ausência do CFP ocorreu por “sugestão” de Toni Reis, presidente da ABGLT, que enviou um ofício ao presidente do CFP.
Com a parceria entre governo petista e CFP, o quadro se inverteria. Qualquer pessoa, seja psicólogo ou não, que tentar ajudar um adulto a sair do homossexualismo receberá automaticamente o rótulo de “homofóbico”, incorrendo em ameaças e ações do governo.
Governo e CFP também estarão livres para dizer que determinada criança é “homossexual”, criando impedimentos imediatos para os pais que, se tentarem buscar ajuda, serão tratados como “homofóbicos”, merecedores da mira negativa da mídia e das punições do CFP e governo.
De acordo com a ministra Maria do Rosário, os comitês terão como principal missão monitorar e fortalecer a implementação das políticas governamentais a favor do supremacismo gay. Os comitês acompanharão denúncias de “homofobia” e intervirão para que não haja impunidade no caso de pessoas acusadas desse rótulo. A partir do momento em que uma pessoa for acusada de “homofobia”, os comitês moverão toda a máquina governamental contra ela.
A não ser que a maioria da população se acovarde e mude de posição da noite para o dia, o governo terá um trabalho imenso.
A meta dos comitês será reverter esse quadro, que o governo julga deplorável.
Os comitês serão criados em parcerias com os governos estaduais, conselhos regionais de psicologia, comissões de direitos humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público estadual, poder judiciário, Defensorias Públicas, comissões de direitos humanos das Assembleias Legislativas, e os movimentos sociais. Além dos comitês estaduais, também será criado um comitê nacional, que coordenará em todo o Brasil ações governamentais para enfrentar e erradicar a “homofobia”, ou oposição ao homossexualismo, de 99 por cento dos brasileiros.
Com informações do jornal O Globo.

Nenhum comentário: