Translate

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

José Sarney vence com folga 'Troféu Algemas de Ouro'

POR OSWALDO VIVIANI

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), venceu com folga o 'Troféu Algemas de Ouro', idealizado pelo grupo anticorrupção Movimento 31 de Julho, do Rio de Janeiro. Apontado como mentor dos atos secretos do Senado – que quase o derrubaram da presidência da Casa em 2009 –, Sarney obteve 4.143 votos (59,5 % do total) na enquete, que foi respondida pelo Facebook até domingo (15).

José Dirceu (PT) – tido como chefão do esquema do chamado 'mensalão' petista – ficou em segundo lugar, mas nem chegou perto do oligarca maranhense: conquistou 1.315 votos (18,8% do total). O terceiro posto foi conquistado pela deputada distrital Jaqueline Roriz (PMN) – flagrada num vídeo recebendo R$ 50 mil da corrupção na campanha eleitoral de 2006 no Distrito Federal.

As 'premiações' dos três políticos mais votados (algemas de ouro, prata e bronze) acontecerão no 'Baile do Pega Ladrão', marcado para a próxima quinta-feira (19), no Clube dos Democráticos, no Bairro da Lapa, reduto da boemia carioca.

A organização do baile é do Movimento 31 de Julho e de outros grupos anticorrupção que, desde o ano passado, vêm promovendo manifestações por todo o Brasil.

Uma das organizadoras do 'Baile do Pega Ladrão', Ana Luiza Archer, contou que a trilha sonora da festa também foi pensada para prestigiar a ocasião: no salão serão tocadas marchinhas e sambas que remetem à impunidade da política brasileira, como 'Se gritar pega ladrão', de Bezerra da Silva, e 'Onde está a honestidade?', de Noel Rosa. 'A alegria e o deboche também são formas de protestar', disse Ana Luiza.

Para eleger o político mais impune do Brasil, a enquete no Facebook sugeriu nove nomes. Além dos seis ministros do governo Dilma Rousseff demitidos após denúncias de irregularidades (Alfredo Nascimento, Antonio Palocci, Wagner Rossi, Orlando Silva, Carlos Lupi e Pedro Novais), completaram a lista José Sarney, José Dirceu e Jaqueline Roriz.

Sarney, Dirceu e Jaqueline foram seguidos, no ranking do Troféu Algemas de Ouro por Antonio Palocci (ex-ministro da Casa Civil, 418 votos); Carlos Lupi (ex-ministro do Trabalho, 194 votos); Alfredo Nascimento (ex-ministro dos Transportes, 143 votos); Orlando Silva (ex-ministro dos Esportes, 62 votos); Wagner Rossi (ex-ministro da Agricultura, 61 votos); e Pedro Novais (ex-ministro do Turismo, 45 votos).




PERFIL DOS CONCORRENTES

1 – José Sarney – As investigações sobre os seus malfeitos, como os atos secretos do Senado e desvios na Fundação Sarney, foram sistematicamente barradas no Congresso Nacional e na Justiça.

2 – José Dirceu – Segundo a Procuradoria Geral da República, foi o 'chefe da quadrilha do mensalão' do PT, esquema de propina com o objetivo de garantir apoio de partidos ao governo. Ainda não foi julgado pelo STF e continua influindo no governo, sendo responsável pela reintegração de Delúbio Soares ao PT.

3 – Jaqueline Roriz – Deputada do PMN do DF, teve rejeitada sua cassação pela Câmara Federal, em agosto, depois de ser flagrada em vídeo recebendo dinheiro (R$ 50 mil) da corrupção.

4 – Antonio Palocci – Deixou o cargo de chefe da Casa Civil do governo Dilma em junho para não ter de explicar como seu patrimônio foi multiplicado por 20 entre 2006 e 2010.

5 – Carlos Lupi – Pediu demissão do Ministério do Trabalho em dezembro, depois de ter o afastamento recomendado pela Comissão de Ética da Presidência da República. Acusado de desvios de verbas e de pegar carona em avião alugado por uma ONG que tinha contratos no governo.

6 – Alfredo Nascimento – Foi acusado de desviar dinheiro público para deputados de seu partido e de superfaturamento no Ministério dos Transportes. O patrimônio do seu filho cresceu 86.500%. Deixou o cargo em julho.

7 – Orlando Silva – Foi denunciado por um militante de seu partido de desvio de verbas no Ministério dos Esportes por meio de um esquema envolvendo ONGs. Caiu em outubro.

8 – Wagner Rossi – Saiu do Ministério da Agricultura em agosto. Não percebeu que um lobista tinha um escritório clandestino no ministério e pegou carona no jatinho de uma empresa que obteve licença do governo para fabricar vacinas.

9 – Pedro Novais – As denúncias que derrubaram em setembro Pedro Novais do Ministério do Turismo envolvem contratos irregulares e desvios de recursos. Pagou com sua verba indenizatória (dinheiro público) uma festinha no motel Caribe, de São Luís (Maranhão).
Valor da farra: R$ 2.156.

Fonte: http://www.jornalpequeno.com.br/2012/1/17/jose-sarney-vence-com-folga-trofeu-algemas-de-ouro-183938.htm

Nenhum comentário: