Translate

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Donald Trump expressa dúvidas sobre cidadania de Obama

O milionário Donald Trump, que pode lançar sua candidatura para as próximas eleições presidenciais de 2012 pelos republicanos, assegurou nesta terça-feira ter dúvidas sobre a cidadania do presidente Barack Obama. "Não tem médico ou enfermeira que se lembrem, sendo o presidente dos EUA....

Poderia ter nascido fora do país.

Por que não pode mandar fazer uma certidão de nascimento?", assinalou em entrevista a uma emissora de rádio.

Trump se une assim aos chamados "birthers", um grupo ativista dos EUA que se mostra convencido de que o presidente Barack Obama nasceu no exterior e não no Havaí. "Levei uma hora para conseguir minha certidão de nascimento.

É inconcebível que, após quatro anos de perguntas, o presidente não tenha mostrado uma certificado de nascimento", acrescentou o magnata imobiliário.


Trump, que ainda não garantiu se irá se apresentar como potencial candidato presidencial para 2012, indicou que sua certidão de nascimento está "sobre sua mesa".

Perguntado se acha que Obama não nasceu nos Estados Unidos, Trump afirmou que estava "realmente preocupado".

O debate sobre o local de nascimento de Barack Obama é travado desde que, anos atrás, o movimento conservador "birthers" indicou que o atual líder do país não tem cidadania de nascimento americana, por isso não pode ocupar legalmente a Casa Branca.

Para os "birthers", a publicação da certidão de nascimento de Obama, durante sua campanha para a presidência em 2008, e posterior certificação pelo governador do Havaí não é evidência suficiente.

Os "birthers" contam com o apoio de outros grupos conservadores que introduziram em vários estados leis que exigem a apresentação da certidão de nascimento de seus candidatos.

No entanto, a Corte Suprema rejeita todas as propostas dos "birthers" sobre a cidadania de Obama.

Veja entrevista em inglês no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=kAnGBwjwpHI

Nenhum comentário: